Latest News - Headlines

SCUT’s

A partir de 1 de julho o governo já anunciou que irá portajar as chamadas autoestradas sem custos para os utilizadores porque são suportados pelo Estado.
Todos concordam que o aperto orçamental deve passar pela diminuição da despesa pública, mas estas medidas acabam por transferir estes custos para o cidadão, levando a protestos registados nas últimas semanas. Dos 914 km de autoestradas neste regime, 54% situam-se no interior, onde as alternativas não existem ou estão em degradadas condições. Mas estes kms têm circulação que justifique a sua existência?

Este foi o debate da terça-feira passada, dia 8 de junho no Sociedade Civil do canal 2 da RTP. Pelo que parece a partir dia 1 de Julho as autoestradas, SCUT's, irão ser cobradas via sistema "chip's de identificação" ( ver video em anexo).


Pergunto-me para quando será o mesmo para as scut's do interior? Quais são ou serão as suas alternativas? Vejamos os casos da Beira Interior e da futura auto-estrada XXI em Tras-os-montes! Pois essas Scut's ocupam e ocuparão as ex-IP's. Os estrangeiros, também deverão pagar, terão que adquirir o identificador associado a um meio de pagamento. Um sistema próprio que será fornecido nas áreas de serviço das auto-estradas e nas bombas de gasolina junto à fronteira.



As tarifas das auto-estradas que vão passar a ser pagas a partir de 1 de Julho foram hoje publicadas em Diário da República. A SCUT mais cara é a A28 entre o Porto e Viana do Castelo; a sua utilização custará 4,05%u20AC. A A4 é a mais barata; vai custar 50 cêntimos.



O identificador será gratuito nos primeiros seis meses, podem ser adquiridos nos balcões da Via verde ou dos CTT, os utentes com via verde, não necessitam de a adquirir.

| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.