Latest News - Headlines

O Twitter, O Facebook e a Revolução de Comunicar

Revolução de Comunicar

Comunicação é um campo de conhecimento académico que estuda os processos de comunicação humana. 


Entre as sub disciplinas da comunicação, incluem-se a teoria da informação, comunicação intra pessoal, comunicação interpessoal, marketing, publicidade, propaganda, relações públicas, análise do discurso, telecomunicações e Jornalismo.

Também se entende a comunicação como o intercâmbio de informação entre sujeitos ou objectos. 


Deste ponto de vista, a comunicação inclui temas técnicos (por exemplo, a telecomunicação), biológicos (por exemplo, fisiologia, função e evolução) e sociais (por exemplo, jornalismo, relações públicas, publicidade, audiovisual e meios de comunicação de massa).
A comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações, e utiliza os sistemas simbólicos como suporte para este fim. Estão envolvidos neste processo uma infinidade de maneiras de se comunicar: duas pessoas tendo uma conversa face-a-face, ou através de gestos com as mãos, mensagens enviadas utilizando a rede global de telecomunicações, a fala, a escrita que permitem interagir com as outras pessoas e efectuar algum tipo de troca informacional.

No processo de comunicação em que está envolvido algum tipo de aparato técnico que intermédia os locutores, diz-se que há uma comunicação mediada.

O estudo da Comunicação é amplo e sua aplicação é ainda maior. Para a Semiótica, o acto de comunicar é a materialização do pensamento/sentimento em signos conhecidos pelas partes envolvidas. Estes símbolos são então transmitidos e reinterpretadas pelo receptor. Hoje, é interessante pensar também em novos processos de comunicação, que englobam as redes colaborativas e os sistemas híbridos, que combinam comunicação de massa e comunicação pessoal e comunicação horizontal.
O termo comunicação também é usado no sentido de transportes (por exemplo, a comunicação entre duas cidades através de comboios).

Esta é a definição de Comunicação, retirada da Wikipédia. O ser Humano, em toda a sua história, salvo a expressão, desde a origem da civilização teve sempre correlacionado com acto de comunicar, socializar e fazendo parte da sua evolução.
O acto, a essência e a necessidade de comunicar da Humanidade levou a um dos mais fortes utensílios criados pela nossa Sociedade, a Imprensa.
Johannes Gutenberg, ao introduzir a impressão de livros, possibilitou a divulgação e cópia rápida de livros e jornais.

Esses meios de Comunicação iriam revolucionar na aprendizagem, no conhecimento e na sua divulgação. Durante muitos anos, os livros foram a forma de levar a informação, conhecimento e a sua troca a qualquer parte do Globo, fazendo do acto de comunicar uma Revolução da Humanidade.

Nessa revolução contamos com os regimes que caíram, com o poder de ensinar e levar o " saber " aos quatro cantos do mundo e encurtando cada vez mais as distâncias que nos unem, isto é criando pontes de informação e de socialização cada vez mais rápidos e eficazes.

O simples facto, hoje, de enviar um correio electrónico " uma mensagem " criou uma autêntica revolução, essa revolução a Web "World Wide Web", a Internet, levou à divulgação de uma forma tão rápida, ao qual o primeiro livro impresso pelo Johannes Gutenberg, A Bíblia, está apenas a um clique de 0 e 1.

Hoje, a Internet, como um meio inquestionável de comunicação não nos deixa indiferentes todos os dias, das notícias do mundo e das suas formas de Socializar. O twitter e o facebook, as redes Sociais mais utilizadas actualmente, conseguem ou estão conseguindo originar o inédito na história da humanidade, derrubar regimes. Estas redes Sociais estão a conseguir mobilizar a Revolução actual no Egipto e anterior na Tunísia, estes meios conseguiram contagiar e informar, mesmo sob a grande pressão e autoritária do regime.

Numa breve conclusão e na minha humilde opinião, as novas formas de informação talvez levarão , isto é a Internet poderá, consumida com moderação, a uma mudança e a uma nova forma de ver e compreender a nossa consciência humana.

Mas se a Internet e suas redes de blogues, de redes sociais e afins podem derrubar regimes também poderá derrubar o próprio senso comum do Homem. Será que o excesso de Comunicação será o inicio do fim da Sociedade, mesmo sendo imprescindível o acto de comunicar? Será necessário um controle da rede e quando o houver será um regresso à noite onde o Johannes Gutenberg criou a sua primeira impressão? Ficam estas perguntas em aberto...

| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.