Latest News - Headlines

Catástrofe no Japão, com um sismo seguido de um tsunami

O tsunami que se seguiu ao abalo, às 14h46 (05h46, hora portuguesa), e às várias réplicas atingiu especialmente a costa nordeste da ilha principal de Honshu.

Vagas com dez metros de altura abateram-se na zona costeira da região de Sendai, a Norte de Tóquio, e outras de sete metros mais a Sul, na província vizinha de Fukushima, onde o colapso de uma barragem algumas horas após o sismo causou a destruição de várias casas, segundo a agência Kyodo. Esta região é uma das mais próximas do epicentro do sismo, fica a cerca de uma centena de quilómetros da costa Este da ilha de Honshu, no Pacífico.

O Governo japonês declarou hoje estado de emergência depois de o sistema de arrefecimento ter falhado na central nuclear nº 1 de Fukushima, como consequência do sismo. As autoridades garantem que não existem fugas de radioactividade e que não existe perigo imediato, dado que a actividade da central foi suspensa.

De acordo com as autoridades locais em Fukushima, seis mil habitantes dos arredores da central nuclear foram aconselhados a abandonar o local.

O abalo de 8.9 graus Richter que esta madrugada produziu um poderoso tsunami no Japão é o quinto mais violento registado desde 1900.
O mais intenso sismo do último século foi o de Maio de 1960 no Chile, que com uma magnitude de 9.5 graus Richter também produziu um tsunami de grandes dimensões e vitimou 1.716 pessoas.





Fonte : Público e Sol
Imagem : Reuters e Video : Sic

| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.