Latest News - Headlines

Desapareceram 338.093 desempregados nos ficheiros dos Centros de Emprego

desemprego Oficial

509.000 Desempregados não são considerados no desemprego Oficial 


Em 1 de Janeiro de 2015, de acordo com a “Informação mensal do mercado de emprego” do IEFP, estavam inscritos nos Centros de Emprego de todo o país 598.581 desempregados. 


Entre 1 de Janeiro e 30 de Junho de 2015, inscreveram nos Centros de Emprego mais 340.733 novos desempregados, e durante este mesmo período (6 meses) os Centro de Emprego arranjaram trabalho (colocaram) apenas 64.565 desempregados

Fazendo as contas deviam existir, no fim do mês de Junho de 2015, 874.749 desempregados (598.581+340.733 – 64.565= 874.749) inscritos nos Centros de Emprego. No entanto, segundo a “Informação mensal do mercado de emprego” de Junho de 2015, estavam inscritos nos Centros de Emprego, no fim de Junho de 2015, apenas 536.656 desempregados

Isto significa que desapareceram dos ficheiros dos Centros de Emprego 338.093 desempregados durante o 1º semestre de 2015. 

E nem o IEFP nem o Ministério da Solidariedade e da Segurança Social, que tutela aquele Instituto, deram qualquer explicação para a limpeza de 338.093 desempregados (apagão) dos ficheiros dos Centros de Emprego. É evidente que os dados do chamado desemprego registado do IEFP, utilizados pelo governo para enganar a opinião pública fazendo crer que o desemprego está a diminuir, não traduzem com rigor a realidade do desemprego.

Para saber mais sobre o estudo clique  AQUI

| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.