Latest News - Headlines

Alerta aos fãs do Facebook

O director executivo da Google, Eric Schmidt, lançou um alerta aos fãs do Facebook: um dia, ainda terão que mudar de identidade para escapar ao seu passado 'facebookiano', defende, segundo o jornal "The Independent".

“Penso que a sociedade não entende o que acontece quando tudo está disponível, publicado e gravado por todos o tempo inteiro”, disse Schmidt ao “Wall Street Jornal”.

Aquele que é um dos responsáveis pela gestão do maior motor de busca da internet, a empresa que, curiosamente, se especializou na pesquisa, armazenamento e procura de informação sobre (quase) tudo, vem lembrar o lado negro do mundo virtual das redes sociais.

Ora, as declarações de Schmidt causaram polémica e revelaram que a Google tem sérias preocupações acerca da política de privacidade dos seus conteúdos.Cerca de 600 milhões de pessoas descreveram-se, de alguma perspectiva, num perfil online. “É impossível apagar o seu passado online e seguir em frente”, escreveu, recentemente, um colunista do “The New York Times” citado pelo “The Independent”.

As declarações, aparentemente paradoxais, do director executivo da Google, logo geraram uma avalancha de reacções em vários sítios da web. Uns criticam Schmidt, por defender ideias que, na prática, vão contra os fundamentos da Google. Outros, reconhecem a sua honestidade e preocupação.

“A internet é a primeira coisa que a Humanidade criou sem perceber o que fez, a primeira e a maior experiência de anarquia que alguma vez tivemos”, disse Eric Schmidt.

Disse mais: “Mostre-nos 14 fotografias suas e nós vamos identificá-lo. Acha que não há 14 fotografias suas na internet?”

Facebook já "localiza" utilizadores

Mostrar onde está, no próprio momento, aos seus amigos do Facebook, usando o telemóvel, já é uma realidade para os 128 milhões de utilizadores norte-americanos da maior rede social do mundo. A aplicação de geolocalização chama-se Places e foi apresentada esta noite, depois de alguns meses em desenvolvimento.

Inicialmente limitado às fronteiras dos Estados Unidos, o serviço será ampliado a outros países "o mais rapidamente possível", garantiu Mark Zuckerberg, um dos fundadores do Facebook, durante a conferência de apresentação da nova funcionalidade.

Mostrar onde está, no próprio momento, aos seus amigos do Facebook, usando o telemóvel, já é uma realidade para os 128 milhões de utilizadores norte-americanos da maior rede social do mundo. A aplicação de geolocalização chama-se Places e foi apresentada esta noite, depois de alguns meses em desenvolvimento.

Inicialmente limitado às fronteiras dos Estados Unidos, o serviço será ampliado a outros países "o mais rapidamente possível", garantiu Mark Zuckerberg, um dos fundadores do Facebook, durante a conferência de apresentação da nova funcionalidade.

De momento, o Places também só está disponível para terminais iPhone, prevendo-se que o acesso à aplicação seja em breve possível através de outras plataformas como BlackBerry ou Android. O serviço permite a localização geográfica dos utilizadores, tanto através da aplicação no iPhone (na sua versão mais recente), como via site touch.facebook.com.

Num post publicado no blog oficial da rede social, Michael Sharon, responsável pela ferramenta, explica que o utilizador pode partilhar a sua localização e deixar que os seus amigos saibam onde está. Também será possível ver amigos que estejam nas imediações, se estes também usarem a aplicação.

Acedendo à rede social, o utilizador pode activar a geolocalização, carregando em "Check In". Nessa altura surge uma lista dos locais próximos. É possível acrescentar "manualmente" novos sítios à lista pré-definida. A partir deste momento, os news feeds mostrados passam a incluir o historial de localizações do perfil em causa.

Os utilizadores podem também mostrar que estão acompanhados em determinado local, marcando os seus amigos com tags, desde que estes também tenham feito o "chek in" no Places.

Por defeito, a funcionalidade está activada apenas para o grupo de amigos, mas pode personalizar-se por completo. Pode, por exemplo, deixar que apenas um dos seus amigos saiba por onde anda.

| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.