Latest News - Headlines

Aeroporto Regional de Bragança

Aeroporto Regional de Bragança

O projecto viabilidade de Plano Director do aeroporto de Bragança foi aprovado pelo Instituto Nacional de Aviação Civil.


Serão realizadas obras de reforço e a ampliação da pista de 1700 para 2300 metros de comprimento por 60 de largura, o que permitirá a aterragem de aviões com capacidade para 150 passageiros. No projecto estão previstos também a construção de um novo terminal, a criação de uma zona industrial com oficinas de apoio à navegação e um parque de estacionamento.

Se o crescimento de tráfego justificar, numa fase posterior está previsto realizar uma segunda pista para aviões de maior porte como o Boeing 737-800, a ser utilizado por companhias “low cost”.

OBJECTIVOS E CONSIDERAÇÕES GERAIS (TOPICO RETIRADO DO PLANO DIRECTOR DO AEROPORTO REGIONAL DE BRAGANÇA)


Considerando a evolução da procura no Aeroporto de Bragança, apresenta-se a estruturação mais adequada das necessidades de investimento para o desenvolvimento do Aeroporto. O principal objectivo deste ponto é identificar a ordem das acções a realizar e quantificar o seu investimento. Para tal, nos capítulos anteriores estudou-se a procura e a capacidade actual, identificando-se as necessidades que
o aeroporto apresenta. A partir destes dados projecta-se a ampliação das infra-estruturas e das instalações.

O Aeroporto de Bragança exigirá uma pista e uma plataforma de estacionamento novas, que permita receber operações com destinos europeus como Paris e Frankfurt, minimizando as penalizações na carga útil em aeronaves do tipo B737-800. De igual forma, para receber o aumento de passageiros e mercadorias, será necessário um novo edifício Terminal de passageiros e de carga. A melhoria das infra-estruturas principais pressupõe acções para adequar os diferentes serviços básicos às necessidades destas infra-estruturas (energia eléctrica, consumo de água, combustível, águas residuais, etc.).

São também de rever as necessidades em matéria de segurança, e portanto, a adequação dos serviços de salvamento e de extinção de incêndios às novas dimensões das aeronaves em operação. Finalmente, é também objectivo básico de um Plano Director, a identificação da possível evolução a longo prazo do aeroporto de acordo com o seu modelo de negócio, que se traduz na definição das superfícies de terreno mais susceptíveis de ocupação no desenvolvimento máximo.



| www.noenigma.com | All rights reserved - Copyright © 2010 - 2017

Theme images by richcano. Powered by Blogger.